Translate

Pesquisar este blog

Parábolas

Parábola das ovelhas e dos lobos
(Mt 7:15)

Há um elo vital entre essa dupla figura e a que acabamos de examinar. Como o caminho estreito pode ser encontrado? Quem são os guias autorizados? Não são os professores divinamente inspirados? Aqui nosso Senhor faz uma advertência dos guias falsos (At 5:39), que são traidores em relação ao que lhes foi confiado. Esses falsos profetas são
como lobos disfarçados de ovelhas, a fim de obter permissão para entrar no rebanho (Jo 10:12; At 20:29).

Provavelmente haja aqui alusão às "roupas toscas" e às "peles de ovelhas e de cabras", vestidas por falsos profetas (Hb11:37). Um profeta pode ensinar uma doutrina perfeitamente correta; mas, se a sua vida for contrária ao que ensina, será um lobo voraz cuja influência é destrutiva. Não devemos ser enganados pela aparência externa.

Por outro lado, o profeta ou professor pode levantar-se como comentarista autorizado da mente de Deus e, no entanto, ser um guia falso (2Pe 2:1,2; Uo 4:1). Pode ter aparência externa suave, gentil e aceitável (como muitos pregadores de hoje), e persuadir-nos de que nem a porta nem o caminho são estreitos e de que esse ensino seja restritivo e fanático. É isso que os falsos profetas do passado tentaram fazer (Ez 13:1-10,22). É a esses que Paulo se refere como inclinados a devorar os rebanhos para satisfazer os próprios objetivos (2Co 11:2,3,13-15).

Nem sempre é fácil identificar o falso profeta, vestido com roupa de ovelha. Ele pode ter uma capacidade maravilhosa de percepção interna, como Balaão; e pode fazer maravilhas como Simão, o mago; ou, como Satanás, aparecer como "anjo de luz". Mas o Mestre nos fornece um teste: "Pelos seus frutos, os conhecereis". Aqui ele faz uma combinação entre as suas figuras de linguagem.

Se são profetas falsos, são árvores corruptas e não podem produzir bons frutos. Qual é a influência de um pastor ou professor sobre você? Se for no sentido de aumentar o seu amor pelo Salvador, aprofundar o seu arrependimento e gratidão, elevar as suas aspirações espirituais, intensificar o seu desejo por Deus, então o seu guia espiritual é digno de confiança —siga-o enquanto ele procurar seguir o Guia celestial.